NOO




De acordo com pesquisadores da Universidade de Ohio, sexo passa pela cabeça do ser humano comum no mínimo 18 vezes por dia. Entre cartazes e mensagens subliminares não há como discordar: ninguém vive sem pensar naquilo. No meio dessa avalanche de sexualidade, o que não falta são fatos bizarros (e, por que não, interessantes?), que já foram registrados nesse universo sem fim. Se liga só:

Fuck In Peace, Átila

Para começar a afrouxar o queixo, vamos voltar na história, lá com Átila, o Huno, um grande conquistador do século V. Sua fama de durão (sem trocadilhos) se estendeu à sua vida sexual. As teorias são diversas, mas merece destaque a trágica lua de mel do bárbaro. Dizem as más línguas que ele curtia uma certa agressividade e que sua cama virou um verdadeiro campo de batalha. Na noite em que ele estava em ação com uma de suas esposas, depois de uma boa dose de vinho, no meio do rala e rola a moça acabou chutando o nariz dele, que quebrou, sangrou demais e levou o fortão à morte. Nada como morrer de amores! Imagino o que escreveriam em sua lápide hoje em dia. #fuckinpeace

Recorde de Masturbação

Não dizem que os mais quietinhos são os mais bizarros? Não é à toa. O japonês Masanobu Sato foi o vencedor da maratona que ocorre anualmente em São Francisco, a Masturbate-A-Thon num lugar chamado ‘The Masturbatorium’. O nome dispensa maiores apresentações. Se houvesse alguma relação com a Sabrina, imagino o que se passou pela mente desse campeão por 9 horas e 57 minutos. E o mais bizarro nem foi o tempo recorde, mas sim o treinamento intensivo de Sato. Ele nadava duas vezes por semana para ganhar resistência e 5 quilos de músculo. Porém seu objetivo é fazer com que a masturbação deixe de tornar-se um grande tabu, tratando-o como um esporte e não um hobby. Simples assim.

Falou o Nome Errado na Cama?

Parece que só acontece em filmes, mas não é à toa que eles se inspiram na vida real. O casal britânico, o cinquentão Colin Scully e sua mulher de 40 anos, Tracey, estavam no ápice do momento a dois. Eis que a esposa se expressa de forma equivocada bem na hora H. “Paul!” ela gemeu. O marido enciumado matou a esposa por achar que ela se referia a um colega do clube de scooter (pois é!) com quem ela trocava mensagens de texto. Meio pesado, né? Mas é fato.

O Maior do Mundo

Esse foi para o Guinness. O maior pênis (humano) já registrado media 24.13 cm, mole. E 34.29 cm, ele em seu esplendor. Pena que pertencia a alguém que não tirava onda. Afinal, tratava-se do nova iorquino, ator bisexual e apresentador de um talk show que morava com a mãe e sem namorada por 12 anos. Não foi nenhuma surpresa que já pararam Jonah Falcon no aeroporto por suspeitar que ele portava algum tipo de ‘arma letal’.

O Melhor remédio para a dor de cabeça

Aquela velha desculpa da dor de cabeça não cola mais. O mito foi desvendado. E isso não é por causa dos grandes avanços na área da medicina, que inventou remédios que curam a cuca. Mas, de acordo com um estudo da Universidade de Munster, foi comprovado que o sexo faz o corpo a liberar endorfinas que naturalmente reduzem as dores. Melhor começar a pensar em outra desculpa. Dor de cabelo talvez?

De Zero a 100 em…

A média da velocidade do ‘jato’ masculino já registrado é de 18 km/h, com uma quantidade total ao longo da vida de 20 litros, quase 20 caixas de leite Parmalat. Parece pouco, mas tenha em mente que a média de uma ejaculação está entre 2 e 6ml.

Geografia do Sexo

Brasil é o país do futebol, do samba, e das meninas bonitas. Mais do que isso, somos titulares também na categoria de país com o maior tempo de ato sexual: meia hora, em média, é claro. Em seguida, temos os Estados Unidos, Canadá, e o Reino Unido, com 28, 23 e 21 minutos. O último colocado é a Tailândia, com 10 minutos de ato.

Pensando na quantidade de transas, os russos, estadosunidenses e franceses são os mais ativos: fazem sexo 130 vezes ao ano, deixando lá na lanterninha a galera de Hong Kong, que só se rende a esse prazer 50 vezes ao ano.

Sexo na Terceira Idade

Esquece essa história de crochê e mesa de xadrez acompanhado por um charuto e whisky. Pesquisas comprovam que os mais ‘experientes’ estão cada vez mais confiantes sexualmente. Até mais do que quando eram mais jovens. Vitalidade máxima!

As (Bizarras) Estatíticas Sexuais 

*todos abaixo são bem relativos

Todo ano, 11 mil Americanos se machucam em atos sexuais

Fazer sexo queima 360 categorias: um orgasmo verdadero queima 112 calorias e um falso, 315. Mentira suga mais energia.

Há, aproximadamente, 100 milhões de atos sexuais por dia. Isso é, no momento em que você lê esse texto, há cerca de 65 mil casais em ação.

85% dos homens que sofrem um ataque cardíaco enquanto transam, estavam cometendo adultério. A consciência pesa…

0.4 a 6% das mulheres tem um peito a mais, você que não percebe.

1% da população mundial é assexual, ou seja, não sentem atração por nenhum gênero.

Para cada página na web ‘normal’, existem 5 dedicadas à pornografia.

Dicionário do Sexo

A palavra sexo foi cunhada em 1382.

De acordo com algumas fontes, há quase mil apelidos para a palavra ‘vagina’.

O famoso ponto G foi nomeado em honra ao Dr. Ernest Grafenberg, um ginecologista alemão que identificou a sagrada área no começo dos anos 1900.

Pornografia deriva da palavra grega que quer dizer ‘as escritas das prostitutas’.

A palavra masoquismo nasceu em 1870 devido ao romance Venus In Furs. Literatura tem seu peso!

Os Romanos tinham 3 palavras para descrever os beijos: o de se conhecer era basium, entre amigos próximos, osculum e entre amantes, o suavium.

O termo ‘blow job’ foi cunhado em tempos vitorianos quando eles apelidavam a prostituta de ‘blowsy’ e ejaculação de ‘blow’.

 

Agora já viu né? Fazer história no universo do sexo tá difícil e bem concorrido. O jeito é usar a critividade e se garantir no livro de recordes ou migrar para outra categoria. Boto fé!


++ PEOPLE

DESTAQUES DA REDAÇÃO

INSPIRAÇÕES #NOOMAG