Do Rio para o mundo, uma plataforma de opiniões, sempre em busca

Ser diferente não é normal

pexels-photo

Há poucos dias li um texto que tratava a questão da dialética do racismo, numa ótica maravilhosa e didática que colocou muitos pingos nos is e quero deixar algumas ideias expostas aqui.
(Depois deem um google numa escritora, performer e professora negra chamada Grada kilomba. Sério!)
Quando se é negro, você não precisa necessariamente ver vídeos, ouvir boatos, ver novelas ou ler no jornal que alguém sofreu racismo. Porque quando se é negro, você sente isso (o racismo) de formas diferentes, incluindo a sua forma pessoal de perceber o racismo. Pode ser através dos irmãos de luta, da menina que está na escola e não arruma um namoradinho enquanto todas as outras (não negras) estão se relacionando com quem querem, quando no local de trabalho inovador e disruptivo não tem negros em cargos estratégicos, quando a “a moça que trabalha lá em casa” continua sendo negra e por aí vai.

No vídeo que circulou a internet há uma semana aproximadamente, da mulher racista na praia (que eu tinha escolhido não ver até escrever esse texto), a gente tem algo que vou chamar de: brancos no poder. Vamos supor que vivamos em uma sociedade racista e dominada pela diferença, onde essa conduta se faz bem exposta e estruturada. Vamos supor que em 2016 estejamos falando sobre democracia, tecnologia, educação não violenta e no meio disso tudo, ainda sejamos obrigados a viver em um sistema excludente. Pensou dai? Depois de analisar esse cenário, queria registrar que as – diferenças – são um ponto de partida pra todo o discurso do racismo, certo? Mas quem é diferente? Os negros dos brancos ou os brancos dos negros?

Quando falamos sobre diferenças, precisamos partir de um ponto que seja a normalidade. Quando falamos que algo é diferente, estamos tomando um ponto como referência, estamos assumindo que existe uma regra e o que foge à isso é… diferente. E quando falamos de racismo, o branco é a regra e nós precisamos desconstruir essa ideia. Levou um susto ao perceber que a suposta sociedade racista é a nossa? Mas ainda não acabou.

Para voltar ao vídeo; em certo momento a PEDAGOGA – estou marcando essa parte para fazer você refletir sobre o que estamos ensinando nos espaços de educação – diz que ela não tem culpa da mulher ter nascido “dessa cor”, que ela é “mulata” (maneira de chamar uma pessoa negra na tentativa de embranquece-la, além do estigma sexual-exportação carregado na palavra mulata), e por fim diz “nasça branca”. Mas porque nascer branca? Porque o racismo parte da lógica da manutenção do poder dos brancos nos espaços de convivência. Porque essa mulher sabe que “nascer branca”, dentro de uma lógica social estrutural racista a posiciona acima e afrente de pessoas não brancas.

Quando tratamos e questionamos essas estruturas estamos caminhando lentamente para o ponto da descolonização da cultura. E quando vemos pessoas dizerem termos como “politicamente correto”, “mundo tá chato”, “não se pode mais brincar com nada”, estamos nitidamente batendo contra a estrutura dos privilégios, que é muito dura e complexa de ser quebrada; porém, possível.

Assumir que uma piada pode não fazer todo mundo rir, assumir que a pessoa branca entende perfeitamente seu campo social e não quer repensar isso (caso faça isso), assumir que muitas vezes pessoas brancas não estão dispostas a igualar a narrativa com pessoas negras é parte do reflexo do racismo.

Se você é diferente de mim, quem é a referência?

Subscribe
Clariza Rosa
Alice Bento
Alice Bento
Ana Clara Abreu
Ana Clara Abreu
Ana Elisa Bekenn
Ana Elisa Bekenn
André Fran
André Fran
André Pereira
André Pereira
Ane Vaz
Ane Vaz
Antonio Autuori
Antonio Autuori
Arturo Edo
Arturo Edo
Beatriz Medeiros
Beatriz Medeiros
Betina Monte-Mór
Betina Monte-Mór
Betina Sanches
Betina Sanches
Brenno Quadros
Brenno Quadros
Bruna Lima
Bruna Lima
Carlos Machado
Carlos Machado
Christian Dechery
Christian Dechery
Clarice Rios
Clarice Rios
Clariza Rosa
Clariza Rosa
Cláudio Franco
Cláudio Franco
Constanza de Córdova
Constanza de Córdova
Dadi Carvalho
Dadi Carvalho
Denise Calasans Gama
Denise Calasans Gama
Diego Sousa
Diego Sousa
Eduarda Vieira
Eduarda Vieira
Emerson Cursino
Emerson Cursino
Érika Nunes
Érika Nunes
Ernesto di Gois
Ernesto di Gois
Evans Queiroz
Evans Queiroz
Fabiana Pinto
Fabiana Pinto
Fabrício Andrade
Fabrício Andrade
Fê Carvalho Leite
Fê Carvalho Leite
Fernanda Cintra
Fernanda Cintra
Fernanda Sigilão
Fernanda Sigilão
Fernando Ferreira
Fernando Ferreira
Gabi Monteiro
Gabi Monteiro
Gabriel Vasconcellos
Gabriel Vasconcellos
Gabriela Munhoz
Gabriela Munhoz
Gabriela Bispo
Gabriela Bispo
Gabriel Cortês Lopes
Gabriel Cortês Lopes
Giulia Rosa
Giulia Rosa
Giuline Bastos
Giuline Bastos
Helena Gusmão
Helena Gusmão
Ingrid Esser
Ingrid Esser
Isabela Peccini
Isabela Peccini
jeff oliveira
jeff oliveira
Jéssica Delgado
Jéssica Delgado
Joana Nabuco
Joana Nabuco
Jóta Stilben
Jóta Stilben
Jônatas Rocha
Jônatas Rocha
Julia Favero
Julia Favero
Julia Pitaluga
Julia Pitaluga
Julia Karam
Julia Karam
Juliana Perez
Juliana Perez
Juliana Ludmer
Juliana Ludmer
Juliana Ricci
Juliana Ricci
Kamila Lima
Kamila Lima
Laila Hallack
Laila Hallack
Larissa Abbud
Larissa Abbud
Laura Borba
Laura Borba
Luciana Guilliod
Luciana Guilliod
Luti Guedes
Luti Guedes
Maria Theresa Cruz Lima
Maria Theresa Cruz Lima
Gabi Alkmim
Gabi Alkmim
Mariana Ferrari
Mariana Ferrari
Mariane Sanches
Mariane Sanches
Marília Cruz
Marília Cruz
Marina Estevão
Marina Estevão
Mary Olivetti
Mary Olivetti
Mateus Habib
Mateus Habib
Matheus Martins
Matheus Martins
Matheus Freitas
Matheus Freitas
Nathalia Oliveira
Nathalia Oliveira
Nicholas Freeman
Nicholas Freeman
Nuta Vasconcellos
Nuta Vasconcellos
Paula Bohm
Paula Bohm
Paula Freitas
Paula Freitas
Paula Rosa
Paula Rosa
Pedro Mib
Pedro Mib
Pedro Nascimento
Pedro Nascimento
Pedro Willmersdorf
Pedro Willmersdorf
Pedro Vianna
Pedro Vianna
Priscilla Brossi
Priscilla Brossi
Rachel Schramm
Rachel Schramm
Raíssa Ferreira
Raíssa Ferreira
Renan Berlitz
Renan Berlitz
Ricardo Mattos
Ricardo Mattos
Rick Yates
Rick Yates
Silva
Silva
Tamih Toschi
Tamih Toschi
Vanessa Verthein
Vanessa Verthein
Victor Takayama
Victor Takayama
Vitória Liao
Vitória Liao
Wendy Andrade
Wendy Andrade
William Anseloni
William Anseloni

TODO MUNDO NOO