Do Rio para o mundo, uma plataforma de opiniões, sempre em busca

[#NOOSPFW] Ronaldo Fraga TRANSforma a SPFW

noo_spfw-banner

Como a expectativa (e ansiedade) é sempre alta para os espetáculos de Ronaldo Fraga, semanas antes da SPFW N42, já acompanhávamos em fotos e vídeos dos seus croquis, em seu Instagram pessoal, os detalhes que anunciavam a coleção “El Día Que Me Queiras…”. Por isso, a quarta feira (26.10) da semana de moda, acordou como um dia esperado.

A caminho do desfile, fora do pavilhão do Parque Ibirapuera, essa história já começava a ser contada. A locação escolhida foi o Theatro São Pedro, no centro da cidade, que em 1978 foi o palco da tradução de Antunes Filho para o livro de Mario de Andrade, “Macunaíma”, que retrata as origens do Brasil, as diferenças de nossa gente e a intolerância.

A narrativa da peça foi o primeiro ponto a harmonizar com a coleção, inspirada no trabalho do estilista baiano Ney Galvão, e sua loja chamada El Día Que Me Queiras…”.  Na década de 70, em Itabuna no sul da Bahia, Ney se destacou em vestir mulheres e travestis de maneira chamativa, e por que não, melhor dizendo nos dias de hoje, de maneira “empoderada”.

Mas Ney, foi apenas o start para um ato muito maior. Com estampas inspiradas nas décadas de 20, 30 e 40 e composta exclusivamente de um único modelo de vestido em várias versões, a coleção de Ronaldo não falava de roupas, mas sim de histórias.

Eu estou falando de amor, de resistência, estou falando da moda como instrumento de libertação. A libertação é uma história muito séria. É a moda libertando o corpo, o corpo como uma prisão. Então, você imagina o que é uma alma que não tem nada daquele corpo, mas que nasce sem reconhece-lo. E o que vai liberta-la é a primeira saia, o primeiro batom, a primeira sandália. E isso justifica todo o universo da moda, essa mágica e sua própria existência”, afirmou o estilista.

E com essa face política da moda, que vai muito além das roupas, Ronaldo, mais uma vez, dava voz aos invisíveis, apresentando um casting formado unicamente por modelos mulheres transexuais e travestis.

Não bastasse a emoção desse enredo único, cada detalhe foi pensado, pois até um dia antes do desfile, as modelos não sabiam para quem iriam desfilar.

“Foi surpreende, literalmente, porque a gente não sabia para quem iríamos desfilar até o dia do fitting, da prova de roupas, que foi ontem, um dia antes do desfile. Foi um momento incrível e mágico que vamos carregar para a vida toda. Eu espero que todas as pessoas trans também possam carregar isso para a vida delas, porque foi muito importante para a nossa comunidade ser representada, visibilizada, e assim ver que podemos estar na frente dos holofotes e não só na esquina se prostituindo como é a nossa última opção. Então, eu estou muito feliz de conseguir isso, e espero que a partir de agora possam surgir mais oportunidades, não só para mim, mas para todas as pessoas trans.” nos contou, Gabrielle Joie, modelo que estava entre as 29 trans selecionadas para o desfile.

noo_spfw-interna

Professoras, prostitutas, cabeleiras e modelos profissionais entraram na passarela feita entre os caminhos da platéia do teatro e o palco vestindo a moda da “vida real”. Vida real nas medidas, na essência e na pele.

A maquiagem e o cabelo, assinada por Marcos Costa, trouxe um glamour através de 1000 penas de pavão, 60 flores feitas de cetins foscos e brilhantes, olho preto esfumado com sombra e lápis e uma boca quadrada que trazia uma certa melancolia para a beleza.

“ Eu brinquei de boneca. Eu tinha vontade de brincar de boneca também, mas eu não podia… Eu chorei muito com o texto do Ronaldo no início do desfile. Eu não esperava que ele fosse ser tão generoso comigo. Quando ele me mandou a trilha sonora há um mês, eu pensei que todo menino gay que mora nesse país, principalmente com a minha idade, quando escutasse essa música lembraria de muita coisa. Eu tive a sorte de ter uma família, de ter pessoas que eu amo, amigos, mas a trilha é foda”, afirmou o maquiador.

E como nada é esquecido por Ronaldo Fraga, a triha foi realmente foda! Dividida em quatro grandes mensagens, a mesma foi escolhida pelo próprio estilista, antes de começar os desenhos. O início do desfile foi ao som de Bandolins, de Oswaldo Montenegro, escolhida por Fraga a caminho de casa.

“Por acaso, eu estava dirigindo e essa música tocou no rádio e pensei: não sei se esse cara fala disso, mas a letra fala dessa história que eu quero contar. Não sei se a mulher que ele falou na música era essa, mas é a dor do feminino que está na música”.

Logo após, foi a vez de She emocionar o público na versão instrumental de Pablo Green & Javier Portero. Ao final da apresentação, as modelos encerraram o desfile dançando, só de lingerie, ao som de “Milord”, de Edith Piaf, seguida de “El Día que Me Quieras”, canção de mesmo nome da coleção, de Carlos Gardel.

As lingeries criadas pela marca OhStudioLingerie, foram destaque no encerramento.

“A OhStudioLingerie existe há uns 8 meses e é de Porto Alegre. O Ronaldo Fraga achou a marca no Instagram e se apaixonou. Ele entrou em contato comigo pessoalmente e escolheu dentro da minha coleção as peças que se encaixavam perfeitamente no conceito que ele queria passar, que era anos 20, 30 e 40. Toda a textura e toda a modelagem se encaixavam. Então, ele só selecionou as 30 peças e em uma semana estava tudo pronto”, contou Cibeli Silva, diretora criativa da marca, para depois completar.

noo_spfw-interna2

“E todo o desafio de vestir corpos diferentes, extremamente diferentes umas das outras, umas bem magrinhas, outras maiores, outras mais largas, enfim, foi maravilhoso. Todas ficaram perfeitas, não deu erro nenhum em nada e fiquei realmente muito feliz. O Ronaldo ficou muito emocionado porque realmente queria fechar o desfile com esse impacto e eu não tenho nem palavras para dizer o que eu estou sentindo, mas é uma felicidade muito grande estar participando disso. É um momento de revolução…”

E foi essa a revolução endossada por Ronaldo Fraga, que veio para a SPFWTRANS N42, traduzindo na essência o tema TRANS, sem rótulos, preconceitos e pouco preocupado com conceitos que a indústria da moda impõem. Sempre atento ao que realmente vivemos e sofremos todos os dias.

“A moda tem que estabelecer um diálogo mais próximo com o tempo que está vivendo agora e é isso que justifica a moda existir.”, encerrou Ronaldo emocionado e levando toda a plateia sem fôlego às lágrimas.

noo_spfw-interna3

 

Subscribe
Bruna Lima
Alice Bento
Alice Bento
Ana Clara Abreu
Ana Clara Abreu
Ana Elisa Bekenn
Ana Elisa Bekenn
André Fran
André Fran
André Pereira
André Pereira
Ane Vaz
Ane Vaz
Antonio Autuori
Antonio Autuori
Arturo Edo
Arturo Edo
Beatriz Medeiros
Beatriz Medeiros
Betina Monte-Mór
Betina Monte-Mór
Betina Sanches
Betina Sanches
Brenno Quadros
Brenno Quadros
Bruna Lima
Bruna Lima
Carlos Machado
Carlos Machado
Christian Dechery
Christian Dechery
Clarice Rios
Clarice Rios
Clariza Rosa
Clariza Rosa
Cláudio Franco
Cláudio Franco
Constanza de Córdova
Constanza de Córdova
Dadi Carvalho
Dadi Carvalho
Denise Calasans Gama
Denise Calasans Gama
Diego Sousa
Diego Sousa
Eduarda Vieira
Eduarda Vieira
Emerson Cursino
Emerson Cursino
Érika Nunes
Érika Nunes
Ernesto di Gois
Ernesto di Gois
Evans Queiroz
Evans Queiroz
Fabiana Pinto
Fabiana Pinto
Fabrício Andrade
Fabrício Andrade
Fê Carvalho Leite
Fê Carvalho Leite
Fernanda Cintra
Fernanda Cintra
Fernanda Sigilão
Fernanda Sigilão
Fernando Ferreira
Fernando Ferreira
Gabi Monteiro
Gabi Monteiro
Gabriel Vasconcellos
Gabriel Vasconcellos
Gabriela Munhoz
Gabriela Munhoz
Gabriela Bispo
Gabriela Bispo
Gabriel Cortês Lopes
Gabriel Cortês Lopes
Giulia Rosa
Giulia Rosa
Giuline Bastos
Giuline Bastos
Helena Gusmão
Helena Gusmão
Ingrid Esser
Ingrid Esser
Isabela Peccini
Isabela Peccini
jeff oliveira
jeff oliveira
Jéssica Delgado
Jéssica Delgado
Joana Nabuco
Joana Nabuco
Jóta Stilben
Jóta Stilben
Jônatas Rocha
Jônatas Rocha
Julia Favero
Julia Favero
Julia Pitaluga
Julia Pitaluga
Julia Karam
Julia Karam
Juliana Perez
Juliana Perez
Juliana Ludmer
Juliana Ludmer
Juliana Ricci
Juliana Ricci
Kamila Lima
Kamila Lima
Laila Hallack
Laila Hallack
Larissa Abbud
Larissa Abbud
Laura Borba
Laura Borba
Luciana Guilliod
Luciana Guilliod
Luti Guedes
Luti Guedes
Maria Theresa Cruz Lima
Maria Theresa Cruz Lima
Gabi Alkmim
Gabi Alkmim
Mariana Ferrari
Mariana Ferrari
Mariane Sanches
Mariane Sanches
Marília Cruz
Marília Cruz
Marina Estevão
Marina Estevão
Mary Olivetti
Mary Olivetti
Mateus Habib
Mateus Habib
Matheus Martins
Matheus Martins
Matheus Freitas
Matheus Freitas
Nathalia Oliveira
Nathalia Oliveira
Nicholas Freeman
Nicholas Freeman
Nuta Vasconcellos
Nuta Vasconcellos
Paula Bohm
Paula Bohm
Paula Freitas
Paula Freitas
Paula Rosa
Paula Rosa
Pedro Mib
Pedro Mib
Pedro Nascimento
Pedro Nascimento
Pedro Willmersdorf
Pedro Willmersdorf
Pedro Vianna
Pedro Vianna
Priscilla Brossi
Priscilla Brossi
Rachel Schramm
Rachel Schramm
Raíssa Ferreira
Raíssa Ferreira
Renan Berlitz
Renan Berlitz
Ricardo Mattos
Ricardo Mattos
Rick Yates
Rick Yates
Silva
Silva
Tamih Toschi
Tamih Toschi
Vanessa Verthein
Vanessa Verthein
Victor Takayama
Victor Takayama
Vitória Liao
Vitória Liao
Wendy Andrade
Wendy Andrade
William Anseloni
William Anseloni

TODO MUNDO NOO