Do Rio para o mundo, uma plataforma de opiniões, sempre em busca

(Des)vinculando: contos sobre fragmentos de amor

noolove-bridge-love-padlock-amour

Joana percebeu que estava apaixonada por se sentir bem só de sentir o cheiro dele. Ele ia embora de manhã cedinho e ela enfiava a cara no travesseiro para ter mais um pouco dele. Ele ia viajar e ela tentava guardar seu cheiro em um potinho. Aquele cheiro no cangote. O cheiro só dele, capaz de arrepiar, trazer amor e paz, tudo numa só fungada. Mas toda aquela paz foi diminuindo. Brigas e desentendimentos o deixaram mais distante e mais ausente. Ela sentia falta dele. Sentia falta do seu cheiro. Cheirou o travesseiro e nada. Abriu o potinho e nada. Finalmente o encontrou. Ela o deu um abraço bem apertado, posicionando seu nariz no cangote dele. Inspirou e nada. Fungou e nada. Farejou e nada. O cheiro não tava mais lá. Tinha sumido. Joana percebeu que tudo tinha acabado quando parou de sentir o cheiro dele.

“Eu gosto muito de você, mas não quero me envolver”. Opa. Seria possível começar uma relação sem envolvimento? Rita se fazia essa pergunta. Seria ela romântica demais? Tradicional demais? Careta demais em tempos de amor livre? Rita resolveu que ia tentar. Se as pessoas conseguiam, ela tinha que conseguir. Reduziu a intensidade e puxou o freio de mão da relação. Passou a controlar o que dizia, a pensar antes de mandar uma simples mensagem, e só o procurar se ele a procurasse antes. No começo parecia funcionar. Curtiam juntos e depois um para cada lado, “sem compromisso”. Mas depois as coisas começaram a emperrar. Também, quem consegue ir pra frente com o freio de mão puxado? A falta de intensidade tirou sua espontaneidade. Rita não se reconhecia mais. E não é que ela quisesse casar e ter filhos com ele, mas queria se sentir desejada, escolhida, priorizada. Sem que fosse necessário garantias, pois podia ser que tudo acabasse no dia seguinte. Mas enquanto estivessem juntos, queria que fosse de verdade. Ela gostava muito dele. Mas, por sorte, gostava mais dela mesma. E sabia que não merecia nada menos que alguém que se entregasse por inteiro. Mesmo que fosse só por uma noite.

Esses dias, Laura me disse que não conseguia mais ir a Paquetá. Porque Paquetá a lembrava de seu grande amor. Por acaso, me lembrei que Paquetá também me lembrava de um grande amor. Mas me lembrava também do carnaval, da festa junina e das infinitas possibilidades de novos amores. Talvez não tão grandes, mas, provavelmente, mais leves. Viver um grande amor é maravilhoso. Mas só quem viveu sabe como pode ser difícil. Maravilhosamente difícil. Ainda mais quando ele acaba. Fica aquela sensação de que nada, nenhum lugar vai ser mais o mesmo sem aquela pessoa. Imagine não poder mais ir a Paquetá? Não poder andar por Copacabana? Não ir mais ao Circo voador, não ver a sua série favorita, não poder mais comer a coxinha do fornalha, ou a pipoca gigante do cinema? A lembrança daquele amor ainda pode existir. Mas nada pode te roubar a possibilidade de viver um novo grande amor. Bem, e se querem saber, Laura foi a Paquetá. Foi e lembrou que não há nada melhor do que uma paquera em Paquetá, ou em qualquer outro lugar.

Subscribe
Alice Bento
Alice Bento
Ana Clara Abreu
Ana Clara Abreu
Ana Elisa Bekenn
Ana Elisa Bekenn
André Fran
André Fran
André Pereira
André Pereira
Ane Vaz
Ane Vaz
Antonio Autuori
Antonio Autuori
Arturo Edo
Arturo Edo
Beatriz Medeiros
Beatriz Medeiros
Betina Monte-Mór
Betina Monte-Mór
Betina Sanches
Betina Sanches
Brenno Quadros
Brenno Quadros
Bruna Lima
Bruna Lima
Carlos Machado
Carlos Machado
Christian Dechery
Christian Dechery
Clarice Rios
Clarice Rios
Clariza Rosa
Clariza Rosa
Cláudio Franco
Cláudio Franco
Constanza de Córdova
Constanza de Córdova
Dadi Carvalho
Dadi Carvalho
Denise Calasans Gama
Denise Calasans Gama
Diego Sousa
Diego Sousa
Eduarda Vieira
Eduarda Vieira
Emerson Cursino
Emerson Cursino
Érika Nunes
Érika Nunes
Ernesto di Gois
Ernesto di Gois
Evans Queiroz
Evans Queiroz
Fabiana Pinto
Fabiana Pinto
Fabrício Andrade
Fabrício Andrade
Fê Carvalho Leite
Fê Carvalho Leite
Fernanda Cintra
Fernanda Cintra
Fernanda Sigilão
Fernanda Sigilão
Fernando Ferreira
Fernando Ferreira
Gabi Monteiro
Gabi Monteiro
Gabriel Vasconcellos
Gabriel Vasconcellos
Gabriela Munhoz
Gabriela Munhoz
Gabriela Bispo
Gabriela Bispo
Gabriel Cortês Lopes
Gabriel Cortês Lopes
Giulia Rosa
Giulia Rosa
Giuline Bastos
Giuline Bastos
Helena Gusmão
Helena Gusmão
Ingrid Esser
Ingrid Esser
Isabela Peccini
Isabela Peccini
jeff oliveira
jeff oliveira
Jéssica Delgado
Jéssica Delgado
Joana Nabuco
Joana Nabuco
Jóta Stilben
Jóta Stilben
Jônatas Rocha
Jônatas Rocha
Julia Favero
Julia Favero
Julia Pitaluga
Julia Pitaluga
Julia Karam
Julia Karam
Juliana Perez
Juliana Perez
Juliana Ludmer
Juliana Ludmer
Juliana Ricci
Juliana Ricci
Kamila Lima
Kamila Lima
Laila Hallack
Laila Hallack
Larissa Abbud
Larissa Abbud
Laura Borba
Laura Borba
Luciana Guilliod
Luciana Guilliod
Luti Guedes
Luti Guedes
Maria Theresa Cruz Lima
Maria Theresa Cruz Lima
Gabi Alkmim
Gabi Alkmim
Mariana Ferrari
Mariana Ferrari
Mariane Sanches
Mariane Sanches
Marília Cruz
Marília Cruz
Marina Estevão
Marina Estevão
Mary Olivetti
Mary Olivetti
Mateus Habib
Mateus Habib
Matheus Martins
Matheus Martins
Matheus Freitas
Matheus Freitas
Nathalia Oliveira
Nathalia Oliveira
Nicholas Freeman
Nicholas Freeman
Nuta Vasconcellos
Nuta Vasconcellos
Paula Bohm
Paula Bohm
Paula Freitas
Paula Freitas
Paula Rosa
Paula Rosa
Pedro Mib
Pedro Mib
Pedro Nascimento
Pedro Nascimento
Pedro Willmersdorf
Pedro Willmersdorf
Pedro Vianna
Pedro Vianna
Priscilla Brossi
Priscilla Brossi
Rachel Schramm
Rachel Schramm
Raíssa Ferreira
Raíssa Ferreira
Renan Berlitz
Renan Berlitz
Ricardo Mattos
Ricardo Mattos
Rick Yates
Rick Yates
Silva
Silva
Tamih Toschi
Tamih Toschi
Vanessa Verthein
Vanessa Verthein
Victor Takayama
Victor Takayama
Vitória Liao
Vitória Liao
Wendy Andrade
Wendy Andrade
William Anseloni
William Anseloni

TODO MUNDO NOO