Do Rio para o mundo, uma plataforma de opiniões, sempre em busca

Brasileiro, sim, senhor

interna_gastronomiabrasileira_Matheus

Foto Bruna Lima

Em plena época olímpica, fico feliz da vida quando vejo um gringo que consegue captar a alma da cozinha brasileira sem muita afetação. Somos, sim, uma das culturas mais ricas do mundo. E falar de cultura passa, necessariamente, por um belo prato de comida.

É verdade que a feijoada remonta pratos similares como o cozido português e o cassoulet francês, mas historiadores como Câmara Cascudo, leitura indispensável para quem curte o tema, dizem que foi a contribuição dos negros africanos escravizados que fez nascer o prato como hoje o conhecemos. Se eram as partes menos nobres das carnes as que tinham acesso, principalmente de porco, foram elas agregadas ao prato e destinadas a outros como o angu, por exemplo, à base de fubá e acompanhado de miúdos. Com seu azeite dourado de dendê e bolinhos de feijão como o acarajé e de milho como a pamonha, inauguraram algumas das reais marcas do que entendemos hoje como cozinha brasileira de raiz.

Acho que disso muita gente já sabe, e se não, basta olhar nossas mesas para constatar: regionalismos à parte, impera, ainda, nossa cozinha afetiva, uma manta de retalhos de inspirações, heranças, afetos e histórias de quem cozinhou aquele prato. Minha família, por exemplo, é metade paraense com descendência indígena e espanhola, metade baiana com descendência árabe e italiana. Às vezes no mesmo dia comemos quibe de forno puxado na canela, vinagrete de caranguejo com farofinha amarela e espaguete ao molho de tomate fresco com camarões graúdos. Misturas dessa complexidade gastronômica, acredite, são mais fáceis do que achar tatuís na praia de Copacabana décadas atrás – a propósito, o que aconteceu com eles?

Toda essa história é muito bonita, perfumada e colorida, mas até que ponto a cozinha brasileira é coisa pra gringo ver? Temos a mania de achar que o diferente e o estrangeiro é sempre melhor. Digo isso porque conheço muitos donos de restaurantes que cortam um dobrado para fazer e vender comida brasileira de verdade, valorizando o ingrediente sazonal e o produtor local. Depois que abrimos as portas às importações, pelo menos aqui no Sudeste, muita gente só quer viver à base de brie com damasco, Gorgonzola, risotos, foie gras (em francês mesmo), salmão chileno e azeite trufado. Mas e os cogumelos carnudos cultivados aqui pertinho pelo Sergio Yabe, no Alto da Boa Vista, e vendidos toda semana no circuito de feiras orgânicas pela cidade? E as dezenas de produtores de queijos brasileiros primorosos como o Quinta da Pena, a Fazenda Genève e o capril DeVille, todos na Serra Fluminense?

queijo

Queijos Quinta da Pena – Foto Cia Fotográfica

O Brasil figura entre os 10 países que mais produzem queijo no mundo, mas se vamos tomar um vinhozinho na casa dos amigos, não tem jeito, só achamos as fatias caras e pasteurizadas da gigante francesa Président.

Outra preciosidade negligenciada é a cachaça. Elas ganham espaço nas cartas de drinques, nas matérias de revistas e blogs, nas fotos do Instagram, mas dificilmente atingem muito além do microcosmo de quem curte muito ou trabalha com gastronomia.

Não consigo pensar em um amigo que peça uma caipirinha em um bar, por exemplo. Ainda seguem preferindo a versão com vodca, saquê ou qualquer outra coisa que não seja brasileira. Mas é um trabalho de formiguinha indispensável falar, falar e falar que temos que valorizar a cachaça. Ela é inteiramente nossa. Melhor ainda quando os barris de carvalho, técnica de envelhecimento importada da Europa, vestem-se de verde e amarelo para celebrar a madeira de árvores nativas brasileiras, como alguns tipos de ipê, jacarandá, jequitibá e amburana, todos nomes derivados do Tupi.

interna_cachaça

Foto Betina Monte-Mór

Se a receita base é genial, teste com diferentes tipos de limão – com o cravo ou galego, de casca laranjinha, fica uma delícia – e novos tipos de açúcar – o branco refinado, além de ser o menos saudável, não tem a personalidade e sabor do mascavo, do melado de cana e até mesmo de um salivante naco de rapadura.

Compre uma boa cachaça e um bom queijo, brasileiros, por favor, e seja feliz.

 

Subscribe
Mateus Habib
Alice Bento
Alice Bento
Ana Clara Abreu
Ana Clara Abreu
Ana Elisa Bekenn
Ana Elisa Bekenn
André Fran
André Fran
André Pereira
André Pereira
Ane Vaz
Ane Vaz
Antonio Autuori
Antonio Autuori
Arturo Edo
Arturo Edo
Beatriz Medeiros
Beatriz Medeiros
Betina Monte-Mór
Betina Monte-Mór
Betina Sanches
Betina Sanches
Bruna Lima
Bruna Lima
Carlos Machado
Carlos Machado
Christian Dechery
Christian Dechery
Clarice Rios
Clarice Rios
Clariza Rosa
Clariza Rosa
Cláudio Franco
Cláudio Franco
Constanza de Córdova
Constanza de Córdova
Dadi Carvalho
Dadi Carvalho
Denise Calasans Gama
Denise Calasans Gama
Diego Sousa
Diego Sousa
Eduarda Vieira
Eduarda Vieira
Emerson Cursino
Emerson Cursino
Érika Nunes
Érika Nunes
Ernesto di Gois
Ernesto di Gois
Evans Queiroz
Evans Queiroz
Fabiana Pinto
Fabiana Pinto
Fabrício Andrade
Fabrício Andrade
Fê Carvalho Leite
Fê Carvalho Leite
Fernanda Cintra
Fernanda Cintra
Fernanda Sigilão
Fernanda Sigilão
Fernando Ferreira
Fernando Ferreira
Gabi Monteiro
Gabi Monteiro
Gabriel Vasconcellos
Gabriel Vasconcellos
Gabriela Munhoz
Gabriela Munhoz
Gabriela Bispo
Gabriela Bispo
Gabriel Cortês Lopes
Gabriel Cortês Lopes
Giulia Rosa
Giulia Rosa
Giuline Bastos
Giuline Bastos
Helena Gusmão
Helena Gusmão
Ingrid Esser
Ingrid Esser
Isabela Peccini
Isabela Peccini
jeff oliveira
jeff oliveira
Jéssica Delgado
Jéssica Delgado
Joana Nabuco
Joana Nabuco
Jóta Stilben
Jóta Stilben
Julia Favero
Julia Favero
Julia Pitaluga
Julia Pitaluga
Julia Karam
Julia Karam
Juliana Perez
Juliana Perez
Juliana Ricci
Juliana Ricci
Kamila Lima
Kamila Lima
Laila Hallack
Laila Hallack
Larissa Abbud
Larissa Abbud
Laura Borba
Laura Borba
Luciana Guilliod
Luciana Guilliod
Luti Guedes
Luti Guedes
Maria Theresa Cruz Lima
Maria Theresa Cruz Lima
Gabi Alkmim
Gabi Alkmim
Mariana Ferrari
Mariana Ferrari
Mariane Sanches
Mariane Sanches
Marília Cruz
Marília Cruz
Marina Estevão
Marina Estevão
Mary Olivetti
Mary Olivetti
Mateus Habib
Mateus Habib
Matheus Martins
Matheus Martins
Matheus Freitas
Matheus Freitas
Nathalia Oliveira
Nathalia Oliveira
Nicholas Freeman
Nicholas Freeman
Nuta Vasconcellos
Nuta Vasconcellos
Paula Bohm
Paula Bohm
Paula Freitas
Paula Freitas
Paula Rosa
Paula Rosa
Pedro Mib
Pedro Mib
Pedro Nascimento
Pedro Nascimento
Pedro Willmersdorf
Pedro Willmersdorf
Pedro Vianna
Pedro Vianna
Priscilla Brossi
Priscilla Brossi
Rachel Schramm
Rachel Schramm
Raíssa Ferreira
Raíssa Ferreira
Renan Berlitz
Renan Berlitz
Ricardo Mattos
Ricardo Mattos
Rick Yates
Rick Yates
Silva
Silva
Tamih Toschi
Tamih Toschi
Vanessa Verthein
Vanessa Verthein
Victor Takayama
Victor Takayama
Vitória Liao
Vitória Liao
Wendy Andrade
Wendy Andrade
William Anseloni
William Anseloni

TODO MUNDO NOO