Do Rio para o mundo, uma plataforma de opiniões, sempre em busca

A necessidade de parar e olhar pra si

light-clouds-grass-ground

Não sou das melhores pessoas que habitam a terra, como todos tenho minhas agonias, meus questionamentos e minhas inseguranças, mas tenho aprendido ao longo dos anos, após cometer muitos erros – e ainda cometê-los – a observar minhas atitudes antes de questionar alguém. Vejo pessoas apontando o dedo para o próximo, fazendo críticas e julgando seu semelhante como se fossem infalíveis (ainda mais nos tempos atuais, em que o país está dividido). E eu e você sabemos que não somos.

Tempos atrás fui chamado de honesto por uma amiga por estar em um bar e me recusar a beber, já que estava de carro e teria que dirigir depois (um exemplo bem simplório). Confesso não ter visto nada de heroico nisso. Tenho consciência do que pode acontecer (e não falo aqui de tomar multa e perder o documento do carro por exemplo) e do que isso pode trazer como consequência. Conheço pessoas que nos últimos anos começaram a entoar o coro dos indignados com a corrupção, lotando as ruas com faixas e cartazes, mas que cometem uma série de atos falhos em suas rotinas (eu também os cometo, não estou aqui só para apontar falhas nos outros). Mas é mais fácil relativizar as coisas quando elas acontecem com você ou com algum semelhante que partilha de seu ponto de vista.

Pensei e ainda penso enquanto escrevo essas palavras se esta seria a melhor forma de colaborar com a NOO. Tenho a impressão que os dias cada vez mais corridos e intensos, o medo de ficar offline e perder os últimos acontecimentos no universo digital e a forma como os grandes veículos de mídia moldam o que devemos ver e pensar acabou por criar certa agressividade em nós.

E é sempre bom parar e olhar para si. Vocês têm reservado um momento para fazer isso? Eu tenho feito muito, sabe?! E tem me ajudado bastante.

A oportunidade de observar como nos comportamos, os sinais que emitimos. Coisas aparentemente sem importância, mas que se colocadas sob um prisma diferente fazem grande diferença. Não é das atividades mais fáceis conviver com pessoas. Ter que lidar com ambições, aspirações, angústias e ego inflado não é das tarefas mais práticas.

Depois de um tempo vivendo em função de agradar os outros, passei a respeitar um pouco mais o que sinto. Passei a dar mais atenção aos meus sentimentos e tenho sido o chato da turma em certos momentos, alertando as pessoas de que nada adianta apontar defeitos nos outros se não olhamos para nós mesmos (aparentemente é simples. Aparentemente).

Parece que em algum momento perdemos nossa essência, os ensinamentos de nossos pais, os elos com o nosso passado. Muito do que temos de desordem nos nebulosos tempos atuais tem ligação com isso. Deixamos a empatia de lado e passamos a priorizar somente o que nos é interessante e somente o que nos trará algo em contrapartida. Fomos tomados por uma cegueira, intolerância e uma incapacidade de reconhecer o que é diferente e conviver de forma amigável com isso.

Diz uma frase, que embora batida, tem muito valor: “Seja você a mudança que quer ver no mundo”. O caminho é longo e árduo. Basta dar o primeiro passo.

Quem disse que seria fácil?

Subscribe
Alice Bento
Alice Bento
Ana Clara Abreu
Ana Clara Abreu
Ana Elisa Bekenn
Ana Elisa Bekenn
André Fran
André Fran
André Pereira
André Pereira
Ane Vaz
Ane Vaz
Arturo Edo
Arturo Edo
Beatriz Medeiros
Beatriz Medeiros
Betina Monte-Mór
Betina Monte-Mór
Betina Sanches
Betina Sanches
Bruna Lima
Bruna Lima
Carlos Machado
Carlos Machado
Christian Dechery
Christian Dechery
Clarice Rios
Clarice Rios
Clariza Rosa
Clariza Rosa
Cláudio Franco
Cláudio Franco
Constanza de Córdova
Constanza de Córdova
Dadi Carvalho
Dadi Carvalho
Denise Calasans Gama
Denise Calasans Gama
Eduarda Vieira
Eduarda Vieira
Érika Nunes
Érika Nunes
Ernesto di Gois
Ernesto di Gois
Evans Queiroz
Evans Queiroz
Fabiana Pinto
Fabiana Pinto
Fabrício Andrade
Fabrício Andrade
Fê Carvalho Leite
Fê Carvalho Leite
Fernanda Cintra
Fernanda Cintra
Fernanda Sigilão
Fernanda Sigilão
Fernando Ferreira
Fernando Ferreira
Gabi Monteiro
Gabi Monteiro
Gabriel Vasconcellos
Gabriel Vasconcellos
Gabriela Munhoz
Gabriela Munhoz
Gabriela Bispo
Gabriela Bispo
Gabriel Cortês Lopes
Gabriel Cortês Lopes
Giulia Rosa
Giulia Rosa
Giuline Bastos
Giuline Bastos
Helena Gusmão
Helena Gusmão
Ingrid Esser
Ingrid Esser
Isabela Peccini
Isabela Peccini
jeff oliveira
jeff oliveira
Jéssica Delgado
Jéssica Delgado
Joana Nabuco
Joana Nabuco
Jóta Stilben
Jóta Stilben
Julia Favero
Julia Favero
Julia Pitaluga
Julia Pitaluga
Julia Karam
Julia Karam
Juliana Perez
Juliana Perez
Juliana Ricci
Juliana Ricci
Kamila Lima
Kamila Lima
Laila Hallack
Laila Hallack
Larissa Abbud
Larissa Abbud
Laura Borba
Laura Borba
Luciana Guilliod
Luciana Guilliod
Luti Guedes
Luti Guedes
Maria Theresa Cruz Lima
Maria Theresa Cruz Lima
Gabi Alkmim
Gabi Alkmim
Mariana Ferrari
Mariana Ferrari
Mariane Sanches
Mariane Sanches
Marina Estevão
Marina Estevão
Mary Olivetti
Mary Olivetti
Mateus Habib
Mateus Habib
Matheus Martins
Matheus Martins
Nathalia Oliveira
Nathalia Oliveira
Nicholas Freeman
Nicholas Freeman
Nuta Vasconcellos
Nuta Vasconcellos
Paula Bohm
Paula Bohm
Paula Freitas
Paula Freitas
Paula Rosa
Paula Rosa
Pedro Mib
Pedro Mib
Pedro Nascimento
Pedro Nascimento
Pedro Willmersdorf
Pedro Willmersdorf
Pedro Vianna
Pedro Vianna
Priscilla Brossi
Priscilla Brossi
Rachel Schramm
Rachel Schramm
Raíssa Ferreira
Raíssa Ferreira
Renan Berlitz
Renan Berlitz
Rick Yates
Rick Yates
Silva
Silva
Vanessa Verthein
Vanessa Verthein
Victor Takayama
Victor Takayama
Vitória Liao
Vitória Liao
Wendy Andrade
Wendy Andrade
William Anseloni
William Anseloni

TODO MUNDO NOO